Seguidores

domingo, 22 de julho de 2012

Entrevista - Serginho Groisman à revista Vitrine


“No nosso Brazilian Day, Yoyogi se transforma em território brasileiro”
Serginho Groisman, o apresentador de Altas Horas de TV Globo, esteve  no Brazilian Day 2012. Confira a entrevista exclusiva para a revista Vitrine.

Vitrine: Você está há 11 anos à frente do Altas Horas, trazendo informação e diversão na madrugada. Qual é a expectativa para o aniversário de 12 anos do programa?
Serginho Groisman: Poxa, cada vez que penso em mais um aniversário do Altas Horas fico surpreso com o tempo que estamos no ar. Aqui no Brasil passamos na madrugada e estamos indo bem. Ainda não resolvi onde faremos a festa de aniversário de 12 anos. Um dos meus sonhos é fazer no Japão. Quem sabe no ano que vem...Mas esse ano a idéia é fazer ao ar livre com muita música.

Vitrine: O público adolecente tem um carinho muito grande e especial por você e o seu programa. De que forma o Altas Horas influencia na formação do público jovem?
Serginho Groisman: Não sei se um programa de TV pode influenciar profundamente um jovem em suas atitudes e pensamentos. Acho que se pudermos passar alguns conceitos éticos já está bom. Não sou muito favorável a ficar pregando “verdades” para os jovens porque respeito demais a individualidade e não subestimo a inteligência do espectador.

Vitrine: Você já visitou o Japão inúmeras vezes e não esconde seu amor pelo país. O que mais te fascina no arquipélago?
Serginho Groisman: Verdade, já fui muitas vezes e nunca canso, pelo contrário. O Japão me fascina por várias coisas: o respeito que o povo tem com as pessoas, a tecnologia voltada para o bem comum, o silêncio que é uma forma de respeito, a vontade de trabalhar, as cidades, a comida...Enfim são muitas coisas. Mas existe um outro motivo que me cativa: os brasileiros que me tratam de uma maneira tão especial, tão carinhosa, que me sinto em casa. E o jeito que o pessoal da IPC me recebe e trata. São profissionais talentosos, mas criamos uma amizade que dá saudades assim que volto ao Brasil.

Vitrine: Você se declara um apaixonado por Tóquio. Que outros lugares do Japão você já conheceu e quais tem vontade de conhecer?
Serginho Groisman: É verdade que Tóquio é o lugar que fui todas as vezes. Conheci também Nagasaki mas muito rapidamente. Tenho vontade de conhecer as cidades históricas, ir até o Monte Fuji , conhecer pessoas de outras regiões do país.Quero ter tempo para vir para conhecer as cerejeiras florescendo. Não gosto do frio, mas quero passar uns dias no inverno do Japão para conhecer melhor.

Vitrine: Shibuya, bairro onde acontece o Brazilian Day, parece ter sido adotado por você como o bairro Altas Horas aqui no oriental. De onde nasce esta paixão por este bairro?
Serginho Groisman: É que Shibuya é um bairro onde parece que todas as pessoas de Tóquio fazem questão de ir. Fico fascinado só de ficar parado e ver as diferentes pessoas que passam, com roupas diferentes, cabelos estranhos, atitudes bacanas. É um bairro onde está o Grande Cruzamento que faço questão de ir todas as vezes que estou na cidade. Gosto muito de andar a pé e Shibuia é um bairro para isso. Mas adoro os outros bairros também. Ir aos templos, visitar o Palácio Real, andar por Ginza, ir a Akihabara , enfim, Tóquio é uma cidade muito especial.

Vitrine: Desde 2008, com a grande crise econômica que afetou muito a comunidade brasileira, você tem feito um trabalho intenso no seu programa e no Brazilian Day, para levar alegria, otimismo e esperança aos nossos conterrâneos. Em 2011 o Japão e a nossa comunidade teve que passar por mais uma prova de vida, perante o grande terremoto, tsunami e acidente nuclear de Fukushima. Considerando estas situações, a sua vinda para o Japão passa a ter um outro significado?
Serginho Groisman: Sim. Fiquei muito triste com os terremotos e o tsunami que devastou parte do Japão. Fiquei muito preocupado com os brasileiros por sua situação física e econômica.
Uma vez visitei uma fábrica de alimentos em Tóquio. Como acontece frequentemente, lá estavam os brasileiros trabalhando em turnos de 12, 14 horas. O brasileiro que mais trabalha fora do Brasil é o brasileiro que trabalha no Japão. Sei bem quais são as condições, o jeito de morar, a atitude guerreira que todos tem em busca de um sonho.
Então fiquei bem preocupado com a crise econômica porque sei que ela sempre atinge primeiro os que não moram no país. Sei que muitos voltaram porque no Brasil a situação melhorou, mas muitos voltaram porque não conseguiam mais se fixar no Japão.
Por isso fico feliz em levar um pouco de alegria para os brasileiros no nosso Brazilian Day. É um momento de união, onde o Yoyogi Park se transforma em território brasileiro.

Vitrine: As suas matérias especiais feitas no Japão em 2009 e 2010, nas quais mostrou diversas facetas do país, desde a rotina das fábricas até a tecnologia de ponta japonesa, fizeram um enorme sucesso no Altas Horas. Além de animar o Brazilian Day, quais os planos para o Altas Horas este ano?
Serginho Groisman: Como sempre as matérias que faço para o Altas Horas conta com a produção e captação do pessoal da IPC. E já estamos alinhando algumas reportagens que serão bem legais. Quero mostrar o Brazilian Day e curiosidades do Japão. Ainda não tenho tudo acertado mas as matérias com certeza ficarão ótimas. E é possível que eu faça o quadro “ O Produtor” aí no Japão.

Vitrine: Você é o anfitrião de honra do Brazilian Day e, para alegria dos brasileiros, estará por aqui novamente este ano. Qual é a sua expectativa para o Brazilian Day 2012?
Serginho Groisman: Nesse 2012 quero levar alguns vídeos para agradecer o que já fizeram por mim no Japão.. Além dos shows quero ver a alegria e energia dos brasileiros e japoneses que irão ao evento. Esse ano será em Julho, o que para mim é novidade. Quero sentir o pleno verão japonês com o calor do povo brasileiros. Vai ferver rsrs..

Vitrine: Você já agitou o palco do Brazilian Day no Canadá e nos EUA. Qual é a diferença de apresentar o festival no Japão e nos EUA? Como é a galera dos dois países?
Serginho Groisman: Já apresentei em NY, Toronto, em Londres, em Madrid, em Lisboa. Em comum existe a saudade que todos os brasileiros tem de nosso país. Todos se sentem um pouco mais próximos . Porque é só olhar para o lado que verá outro brasileiro.
Então é uma energia muito boa bem comum a todos os lugares.
O que o Japão tem de diferente, é que a maioria é descendente dessa terra. Então existe alguns hábitos que são herdados da cultura japonesa apesar de terem nascidos no Brasil. É curioso como algumas gerações anteriores resolveram ir ao Brasil e como a geração atual volta ao Japão agora como brasileiros.

Vitrine: Se você tivesse poderes para levar apenas 3 coisas do Japão para o Brasil, que pudesse mudar o nosso querido país para melhor, o que seriam? E o contrário: se pudesse presentear o Japão com as 3 coisas mais maravilhosas que o Brasil tem, o que seriam?
Serginho Groisman: Hahaha essa pergunta é boa...Deixa eu ver: 3 coisas que levaria para o Brasil : A organização econômica, a educação, e o respeito ao próximo. E 3 coisas do Brasil que levaria para o Japão: nossa alegria , nossas praias , e nossa música.

Vitrine: Deixe uma mensagem para os seus fãs que moram no Japão!
Serginho Groisman: Fiquem bem !!! E dia 22 todos no Yoyogi Park para nossa festa. Arigatô

O VII Festival Brasil 2012 ou Brazilian Day Japan aconteceu nos dias 21 e 22 de julho, no Parque Yoyogi, em Tokyo. Com apresentação do Serginho Groisman e com destaque a presença da cantora Preta Gil.

16 comentários:

  1. Olá, Sandra,

    Gostei da entrevista e fiquei com muita vontade de conhecer Shibuya. Sou tímida mas adoro ver gente, rsrs.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Bom Sandra. Uma ótima entrevista. passei para te desejar um excelente domingo. Beijokinhas com afeto
    Gracita

    ResponderExcluir
  3. O Japão deve ser uma terra mágica.
    Felicidades!!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Feliz Semana Linda Sandra!
    Ontem a noite, assisti uma pequena parte de um programa que mostrava uma cidade do Japão onde tem uma Estação de Trem, onde quem é a "comandante" é a Gatinha Tama. Usa quepe e tudo que tem direito, um amorzinho! Um dos trens é temático, muito gracioso! Em seguida passou uma pequena ilha onde existem centenas de gatos, que são muito bem tratados. Inclusive uma veterinária vai sempre para lá vaciná-los e prestar assistência. Muito legal! Tu, a Nina e o Rubi se fizeram mais presentes, parece que eu estava mais pertinho de vocês vendo aquelas belezuras!!!
    Beijinhos recheados de carinho, Lelê.

    ResponderExcluir
  5. O que me encanta no Japão é esse respeito pelo outro e o trabalhar pelo bem comum. Gostaria muito de viver numa terra dessa. A entrevista com o Serginho foi muito boa.
    Abração.

    ResponderExcluir
  6. Querida Sandra,
    Fiz um curso na Suiça, quando tinha uns 20 anos, e travei amizade com uma moça chamada Yoko
    Depois, no final do curso, é que ela revelou que pertencia à família do Hirohito
    Fiquei encantada com a sua simplicidade.
    Nos correspondemos por um longo tempo mas depois perdemos o contato
    Pena!!
    Adorei a entrevista do Serginho
    Tenha uma boa semana, amiga
    Beijinhos afetuosos de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  7. Boa noite Sandra,
    Nessa página abaixo (endereço) tem o mosaico dos parceiros, se quiser ser nosso parceiros permanente
    por favor acesse e se cadastre, é fácil, lá tem as intruções de como fazer.
    http://www.riosul2012.com/p/mosaico-de-parceiros.html
    Ali ficará sua foto ou linke-me para que todos possam lhe conhecer, quando alguém clicar
    será direcionado ao seu blog.
    Será uma honra ter você conosco ...


    Uma semana de paz pra você ...
    Abraços
    RioSul

    ResponderExcluir
  8. Oi Sandra!
    Muito legal a entrevista. Acho o SErginho inteligente, com um programa muito legal e muito rico. Eu não conheço o Japão pessoalmente, mas entendo a paixão do apresentador. É lindo!
    Bjsss

    ResponderExcluir
  9. Oi Sandra

    Maravilhosa a entrevista com Serginho Groisman. Deu para saber um pouco mais do Japão.
    Só ressalvo um item. Oxalá pudesse trazer as 3 coisas que ele citou que tem eficácia ai :Organização, Educação e Respeito ao próximo. Uma utopia aos descrentes.Mas ainda vejo esperança.O Brasil necessita urgentemente.

    Uma linda semana
    Trouxe a sua Nina ao meu blog com link.
    Aos poucos vou trazendo os gatinhos dos blogueiros para fazer companhia a minha Gigi.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Legal a postagem da entrevista do Serginho. E uma boa semana para ti Sandra. Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  11. Legal a entrevista. Adoro saber sempre um pouco mais do Japão.
    Quero desejar uma ótima semana.
    beijos

    ResponderExcluir
  12. muito bacana a entrevista...eu admiro o Japão em muitas coisas..tenho um amigo do coraçao japones..e acho o Serginho uma pessoa e tanta..bom apresentador em sua inteligencia e simplicidade..beijos e um xameguinho para Nina..titi

    ResponderExcluir
  13. Não sabia do amor pelo Japão do Serginho. Adorei este post, ficou bárbaro, San!!ver estas festividades no Japão é tão gostoso. Posta mais o que acontece de bom por aí! vai ter sucesso! também gosto muito do Japão e de seu povo. Eu cresci com a comunidade aqui no Brasil, por causa da Seicho-No_ie. Conheci bastante dessa tão especial cultura.

    Beijos, querida!!

    ResponderExcluir
  14. Eu gosto do Serginho, pena ter ido pra globo, jogaram ele pras madrugas, absurdo. Antes tivesse ficado da cultura ou no sbt
    Esse dia deve ter sido muito divertido, né San?
    Bjkas

    ResponderExcluir
  15. "O verbo ler NÃO tolera o imperativo, temos que seduzir, provocar, enamorar.
    Ler por prazer é algo contagiante.
    Tudo isto servirá no futuro como verdadeiros anticorpos para o choque invitável contra a mediocridade, a hipocrisia e a vulgaridade quotidiana, contra a aridez do espírito, a insensibilidade e o declínio das faculdades sensitivas da beleza."

    [Biblioteca José Saramago]

    Venho te parabenizar pelo dia do Escritor! Que continuemos a encantar sempre!
    Abraço!

    http://apoetaesuasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Deixe o seu ♥♥♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...